Resultados da busca

100 items found for ""

  • Estátua de Francisco Moreira | Memórias SRS

    Página inicial Mapa Baixe nosso App Documentos para pesquisa Sobre nós Busca Mais Monumento de Francisco Moreira da Costa Este monumento é uma homenagem ao Cel Francisco Moreira da Costa, fundador do Banco da Lavoura de Minas Gerais e do Banco Nacional. Maior líder político local, Chico Moreira, como era conhecido, foi prefeito de Santa Rita do Sapucaí por 11 anos e um dos maiores produtores rurais do Brasil. Duas cidades no Paraná, Cornélio Procópio e Santa Mariana, surgiram dentro de suas terras. Francisco Moreira era irmão do Presidente da República Delfim Moreira e pai de Sinhá Moreira, precursora do Vale da Eletrônica. Galeria | de imagens Inauguração do Monumento Espaço, antes do monumento Outra imagem, antes do monumento Inauguração do Monumento 1/3

  • Coreto | Memórias SRS

    Página inicial Mapa Baixe nosso App Documentos para pesquisa Sobre nós Busca Mais O coreto Este coreto foi construído na primeira metade do Século XX para substituir um modelo idealizado por José Del Picchia e Pingulu. Por haver outros coretos como este, deduzimos que tenha sido encomendado de alguma empresa especializada. Palco de apresentações inesquecíveis de nossas Liras, este espaço tem sido utilizado há décadas para levar arte, cultura e entretenimento à população. No tempos dos caixões reaproveitáveis, feitos em latão, um deles era guardado no pequeno porão desta construção. Quem passou a infância na cidade, certamente já escorregou pelas rampas que ladeiam sua escada. Galeria | de imagens Primeiro coreto de Santa Rita do Sapucaí O antigo coreto Lira Santa Rita se apresentou, por décadas, no coreto Primeiro coreto de Santa Rita do Sapucaí 1/6

  • Vista Alegre | Memórias SRS

    Página inicial Mapa Baixe nosso App Documentos para pesquisa Sobre nós Busca Mais Bairro Vista Alegre Vista Alegre é um bairro construído por Luzia Rennó Moreira (Sinhá Moreira) antes de surgirem os financiamentos habitacionais brasileiros. Ao executar o projeto, Sinhá Moreira criou a Empresa Vista Alegre para produzir as residências e as revender, a preço de custo, em dezenas de prestações. Poucos anos depois do surgimento do bairro, o desejo manifestado pela benfeitora de perdoar a dívida de todos após a sua morte foi respeitado. Os sugestivos nomes das ruas como “Crepúsculo”, “Alvorada”, “Inspiração” e “Esperança”, foram escolhidos por suas sobrinhas, ainda crianças na época. Galeria | de imagens Inauguração do bairro Vista Alegre O bairro visto do alto Outra parcial do Vista Alegre Inauguração do bairro Vista Alegre 1/3

  • Passarela Luiz Carlos Lemos Carneiro | Memórias SRS

    Página inicial Mapa Baixe nosso App Documentos para pesquisa Sobre nós Busca Mais Passarela Luiz Carlos Lemos Carneiro Esta passarela presta homenagem a Luiz Carlos Lemos Carneiro. Nascido em 1945, o santa-ritense tornou-se o goleiro mais conhecido da região, o que lhe rendeu um convite para integrar o Santos da Era Pelé. Longe dos gramados, reuniu o maior acervo audiovisual da história de Santa Rita, tendo registrado milhares de horas com sua inseparável câmera. Apaixonado por carnaval, foi o idealizador do Sol Nascente, responsável pela popularização do “Bloco das Piranhas” e presidente do Bloco dos Democráticos. Pouco antes de falecer, doou cerca de 600 fotografias históricas ao Centro de Memória do Inatel. Galeria | de imagens Luiz Carlos, ídolo no Industrial Como cinegrafista, Luiz Carlos registrou milhares de horas Como cinegrafista, Luiz Carlos registrou milhares de horas Luiz Carlos, ídolo no Industrial 1/5

  • Clubes de Santa Rita do Sapucaí | Memórias SRS

    Página inicial Mapa Baixe nosso App Documentos para pesquisa Sobre nós Busca Mais A trajetória de nossos clubes A trajetória de nossos clubes remonta a um tempo em que a sede do “Clube Literário” ainda se localizava à antiga Praça Joaquim Ribeiro, bem em frente a este prédio. Com dimensões reduzidas, aqui eram promovidos bailes, comemorações, sarais e concertos. Com a construção deste espaço, o Clube Santarritense passou a receber um volume maior de convidados e são muito lembrados os bailes para eleição da Rainha do Clube, as apresentações da Orquestra Jazz Brasil e do grande cantor, Orozimbo Silva. Em 1985, o Clube Santarritense passou a fazer parte do Santa Rita Country Clube (fundado em 1959). Marly de Castro, a última Rainha do Clube Santarritense Nesta residência vive Marly de Castro Neves, a última “Rainha do Clube Santarritense”. Tal ritual de coroação teve início no ano de 1926, quando Sinhá Moreira foi eleita “Rainha dos Estudantes”, no antigo Clube Literário. O último evento desta natureza aconteceu na noite de 22 de maio de 1956, com a presença da Miss Minas Gerais, Anelise Kjaer. Ao som da Orquestra Jazz Brasil, Maria Lúcia - rainha de 1954 - transferiu a faixa para Marly que foi convidada para dançar a primeira valsa com Nilo Marinho, Presidente do Clube. Maria Lúcia passa a faixa para Marly Imagem cotidiana de Marly Marly de Castro Maria Lúcia passa a faixa para Marly 1/5 Santa Rita Country Clube No final de 1959, Benedito Capistrano Alckmin sonhou em criar um clube para prática de esportes e realização de eventos sociais de relevância. Ele reuniu os amigos, juntou forças e implementou o projeto. Coube aos seus irmãos, Rubens e Hélio, o desenvolvimento da planta. A piscina, trampolins, passarela e raias foram assinados pelo engenheiro Fernando Costanti. O local, doado pela família Andrade, foi submetido a uma obra abrangente. “À margem esquerda do majestoso Rio Sapucaí, ensombrado de chorões que se debruçam mansamente sobre as águas, ergue-se hoje o Santa Rita Country Clube.”. Benedito Capistrano e o primeiro impresso de divulgação do Santa Rita Country Clube Benedito Capistrano e o primeiro impresso de divulgação do Santa Rita Country Clube 1/1

  • Cooperrita | Memórias SRS

    Página inicial Mapa Baixe nosso App Documentos para pesquisa Sobre nós Busca Mais CooperRita Em 1957, um grupo de 60 produtores se reuniu para tornar a atividade rural mais organizada e lucrativa. O primeiro presidente, João Luiz Vilela, deu início aos trabalhos para que a Cooperativa Regional Agropecuária de Santa Rita do Sapucaí se tornasse uma das mais importantes cooperativas do Sul de Minas. Dois anos após a fundação, uma parceria com a Cooperativa Central de Laticínios, a Paulista, possibilitou enviar o leite produzido na região para São Paulo. Hoje, a CooperRita conta com mais de 1000 cooperados nas áreas de leite, café e indústria de lácteos, somando 11 lojas próprias, produção de rações e assistência técnica ao produtor rural. Antiga fachada da CooperRita Antigo interior da CooperRita Antigo espaço da CooperRita Antiga fachada da CooperRita 1/4

  • Rádio Difusora | Memórias SRS

    Página inicial Mapa Baixe nosso App Documentos para pesquisa Sobre nós Busca Mais Rádio Difusora No dia 7 de novembro de 1946, o radialista Ruy Brandão executava a Valsa Clube XV para inaugurar o que viria a ser uma das mais importantes empresas de comunicação de Minas Gerais. E, em caráter experimental, a “Rádio do Ruy”, como ficou conhecida, operou até a sua inauguração oficial, no dia 12 de março de 1947. Atualmente, o grupo capitaneado pelos descendentes do radialista, possui duas rádios: a D2 FM e a rádio Nova FM, criada recentemente para substituir a estação original que transmitia em Amplitude Modulada (AM). RUY BRANDÃO GRAVAÇÃO OUTBRO 1970 - CAIO Gravação do Programa de Ruy Brandão, em 1970 00:00 / 06:32 Documentário - Ruy Brandão - Univás Gravação do Programa de Ruy Brandão, em 1970 00:00 / 26:37

  • Marco Zero de Santa Rita do Sapucaí | Memórias SRS

    Página inicial Mapa Baixe nosso App Documentos para pesquisa Sobre nós Busca Mais Marco Zero de Santa Rita do Sapucaí Acredita-se que este seja o Marco Zero de Santa Rita do Sapucaí. Descrições sobre a colonização da cidade apontam que foi neste local que os colonos, Manoel da Fonseca, Janubeba Maria Martins e filhos, construíram um rancho e uma casa, ao chegarem a estas terras. Até o início do Século XX, este local era cortado pelo Ribeirão do Mosquito (posteriormente desviado para seu curso atual). Dada a importância que representava aos colonizadores, a primeira denominação do vilarejo foi de “Ribeirão do Mosquito”. Galeria | de imagens

  • Grupo Escolar Delfim Moreira | Memórias SRS

    Página inicial Mapa Baixe nosso App Documentos para pesquisa Sobre nós Busca Mais E.E.Dr. Delfim Moreira (O Grupão) O terreno da atual E.E. Dr. Delfim Moreira pertenceu a Francisco Marques Pereira. No século XIX, sua intenção era construir uma Capela à Nossa Senhora do Rosário, mas não se sabe por que a construção não vingou. Conta-se que foram utilizados os seus mesmos alicerces para a construção da primeira caixa d’água da cidade e que os seus vestígios permaneceram no local até o início da construção do “Grupão”. Sua planta era para ser implementada em Uberlândia. Foi de Américo Lopes, Secretário do Interior” no governo de Delfim Moreira, a ideia de trazê-la para Santa Rita. Este prédio foi inaugurado em 1920. Galeria | de imagens Horta interna Parque doado por Sinhá Moreira Antiga turma do Grupão Horta interna 1/11

  • Cine Theatro Santa Rita | Memórias SRS

    Página inicial Mapa Baixe nosso App Documentos para pesquisa Sobre nós Busca Mais Cine Theatro Santa Rita Apesar do cinema ter chegado a Santa Rita do Sapucaí por volta de 1912, o primeiro prédio construído neste local para abrigar o “Cine Theatro Santa Rita” teve iniciativa de Pedro Moreira, em 22 de maio de 1917. Em 1939, um incêndio de grandes proporções tomou conta do prédio e sua proprietária, conhecida como Dona Maricotinha, aproveitou o acontecido para realizar uma reforma geral. Tal intervenção mudaria completamente o aspecto do prédio, dando a ele este visual que conhecemos hoje. Galeria | de imagens Antigo cinema, ao fundo Orquestra do antigo cinema Prédio, já com arquitetura atual Antigo cinema, ao fundo 1/6

  • Escola de Eletrônica | Memórias SRS

    Página inicial Mapa Baixe nosso App Documentos para pesquisa Sobre nós Busca Mais Memórias do Campus da ETE FMC Escola de Eletrônica (ETE FMC) Idealizada pela benfeitora Luzia Rennó Moreira, conhecida como Sinhá Moreira, esta é a primeira escola de tecnologia da América Latina e a sétima do mundo. Para sua criação, em 1959, foi necessário que o então presidente, Juscelino Kubitschek, assinasse um decreto que autorizava a implantação de cursos técnicos em eletrônica no Brasil. Sua direção é realizada, desde a fundação, pela Cia de Jesus, instituição com quase 500 anos de experiência em Educação no Brasil. Galeria | de imagens Obras têm início ETE FMC, após o término da construção As primeiras turmas Obras têm início 1/4 As obras do Bispo Dom Vaz Nascido em 26 de agosto de 1928 em Ouro Preto, Dom José Carlos de Lima Vaz SJ foi um grande benfeitor de nossa cidade. Ordenado sacerdote em 1957, o jesuíta empreendeu importantes obras enquanto foi diretor da ETE FMC, entre 1963 e 1973. Sua chegada aconteceu em um momento em que a escola passava por grandes dificuldades e os Jesuítas questionavam se conseguiriam seguir sem a participação de Sinhá Moreira. Grande parte das obras empreendidas na Escola de Eletrônica foram chefiadas por este líder que voltou a Santa Rita para viver seus últimos dias. Dom Vaz, nos tempos em que dirigiu a ETE FMC Padre Vaz e o então prefeito, Professor Teixeira, inauguram cenro esportivo da ETE FMC Padre Vaz verifica chegada de equipamentos, vindos da Suécia Dom Vaz, nos tempos em que dirigiu a ETE FMC 1/4 Padre Raul Laranjeira Quando devo ir? Esta foi a reação do padre Raul Laranjeira de Mendonça, ao ser nomeado diretor da ETE FMC, em 1973. O sacerdote atuava como vice-reitor da PUC, não conhecia Santa Rita, mas precisava completar a obra do padre Vaz. Economizando dinheiro e palavras, deixou importantes realizações. Após 12 anos de atuação, concluiu o seu ciclo, em 1985. Voltaria, 14 anos depois, para preparar a ETE para o futuro. Raul substituiu os equipamentos, reformou laboratórios, criou uma pré-incubadora e uma agência articuladora. Partiu no dia 26 de julho de 2006, aos 79 anos. Padre Raul em sua primeira vinda para a ETE FMC Padre Raul em formatura da ETE FMC Padre Raul é entrevistado por aluno na Projete Padre Raul em sua primeira vinda para a ETE FMC 1/4

  • Inatel e IMEE | Memórias SRS

    Página inicial Mapa Baixe nosso App Documentos para pesquisa Sobre nós Busca Mais Inatel (e antigo Instituto Moderno de Educação) Aqui funcionou o Instituto Moderno de Educação e Ensino (1912), construído em terreno doado por Feliciano Marques de Azevedo e hoje sedia o Inatel. Fundado em 1965, o Inatel foi a primeira faculdade de Engenharia de Telecomunicações do país e se consolidou como uma instituição de Ensino, Pesquisa e Inovação, referência internacional em Tecnologia. Destaque para a primeira transmissão de TV Digital brasileira e para as pesquisas pioneiras em 5G e 6G no país, realizadas aqui. Com os olhos sempre voltados ao futuro, sem se descuidar das origens, as conquistas desta importante instituição não param. Galeria | de imagens IMEE, em seu cinquentenário Secretaria do IMEE Inatel, em seus primórdios IMEE, em seu cinquentenário 1/6